Portal de Notícias do Estado do Paraná

Segunda, 24 de janeiro de 2022
MENU

Coluna

O INSS está de olho em você

Perdeu o benefício INSS por causa do Facebook

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Você não pode cair nessa. Preste atenção nesta história.

Uma simples publicação no facebook pode colocar tudo a perder! Uma pessoa simplesmente perdeu seu direito de aposentadoria ou por má orientação do profissional que a atendeu ou porque ela não deu a devida atenção às orientações.

Quem me conhece sabe que eu estudo diariamente as decisões do STF, do STJ, do TRF, enfim, estou sempre me atualizando sobre o que os Tribunais estão decidindo sobre o direito das pessoas.

Há uns meses, eu me deparei com um caso em que uma pessoa pediu no INSS o direito de se aposentar por invalidez ou, se esse pedido não fosse atendido, que ao menos tivesse o direito de receber o auxílio-doença.

Mas essa pessoa deixou seu direito escorregar pelas mãos

Ela alegou que tinha dificuldades de saúde e que não podia trabalhar. Então, essa pessoa procurou um médico que lhe deu um atestado afirmando exatamente sobre essa dificuldade de saúde e que não poderia trabalhar. Mas – acredite se quiser – essa pessoa publicou no facebook que era empresária há 15 anos no ramo de transporte de passageiros, turismo, excursões etc.

Preste atenção nisto: essa pessoa pediu um benefício no INSS e justificou dizendo que não conseguia trabalhar normalmente. No entanto, nas redes sociais dela se apresentou afirmando exatamente o contrário. Ou seja, disse que era empresária do ramo de transportes!

Se alguém vai no INSS pedir aposentadoria por invalidez ou auxílio-acidente e para isso alega dificuldades de saúde, como pode na vida cotidiada afirmar que é atua com transporte de pessoas, com turismo etc.? Não basta ter dificuldades de saúde; o comportamento deve mostrar isso.

E o facebook nessa história?

O Juiz considerou que o facebook retrata a vida da pessoa no dia a dia e por isso ali está a realidade dos fatos. E o fato é que a pessoa está habilitada para o trabalho, tanto é que se diz empresária há 15 anos.

A aposentadoria dela foi indeferida. Ela perdeu a oportunidade de ser aposentada ou de, ao menos, receber seu auxílio-doença.

Sinceramente, eu não queria estar na pele dessa pessoa. Imagine a angústia...

Coluna de estreia

Esta é a primeira publicação que eu faço para o portal PARANÁ URGENTE. Espero que você goste dos conteúdos que irei tratar aqui e eu quero ouvir você. Quero feedback sobre as minhas publicações e quero que você envie sugestões de temas.

Envie um whatsapp para mim: (43) 9.9827-6021

 

Essa publicação está no formato de vídeo no youtube

https://youtu.be/WOvW9PuYO7A

Comentários:

Nossas notícias no celular

Receba as notícias do Paraná Urgente no seu app favorito de mensagens.

Telegram
Whatsapp
Entrar

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!