Portal de Notícias do Estado do Paraná

Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2024
Governo do Paraná
Governo do Paraná

Política

Câmara de Curitiba deve votar prestação de contas da Prefeitura em agosto

O projeto é da Comissão de Economia da Câmara de Curitiba e indica a aprovação das contas do Executivo referentes a 2021

Portal Paraná Urgente
Por Portal Paraná Urgente
Câmara de Curitiba deve votar prestação de contas da Prefeitura em agosto
Reprodução
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A Comissão de Economia, Finanças e Fiscalização da Câmara Municipal de Curitiba (CMC) protocolou, na semana passada, projeto de decreto legislativo favorável, sem ressalvas, à prestação de contas do Executivo no ano de 2021. A decisão acompanha o parecer prévio 310/2022 do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), relatado pelo conselheiro Ivens Zschoerper Linhares após manifestações favoráveis da Coordenadoria de Gestão Municipal (CGM) e do Ministério Público de Contas (MPC).

O acórdão, pela regularidade das contas, foi recepcionado pelo Legislativo em 24 de fevereiro. Na sequência, a Comissão de Economia abriu, pelo prazo de 60 dias, até 28 de abril, a consulta à população. O rito legal é determinado pelos artigos 181, 182 e 183 do Regimento Interno da Câmara de Curitiba.

Na Comissão de Economia, a relatoria ficou com o presidente do colegiado, Serginho do Posto (União). O parecer conclusivo foi debatido e acatado por unanimidade na última reunião do dia 28 de junho, a última no primeiro semestre de 2023. "Conclui-se, como analisado pelo Tribunal de Contas do Estado Paraná e pelo Ministério Público de Contas do Estado do Paraná, que a prestação de contas do Município de Curitiba, do exercício financeiro de 2021, atende aos requisitos legais e de regularidade, não havendo itens que ensejassem ressalvas", cita o parecer.

Publicidade

Finalizada a análise pela Comissão de Economia e protocolado o projeto de decreto legislativo, as contas de 2021 já podem ser discutidas em plenário (093.00001.2023). Responsável pela ordem do dia, o presidente da Câmara de Curitiba, Marcelo Fachinello (Pode), adianta que a votação deve ser realizada ainda no mês de agosto.

A votação das prestações de contas é feita em dois turnos, pelo sistema da maioria absoluta. Ou seja, para derrubar a decisão da Comissão de Economia, que indica a aprovação sem ressalvas das contas de 2021 do Executivo, é necessário o apoio de pelo menos ¾ do plenário da Câmara – o equivalente a 26 vereadores de Curitiba.

As contas municipais são um conjunto de documentos de natureza contábil, financeira, orçamentária, patrimonial e operacional relativo a um exercício financeiro delimitado (saiba mais). Neste caso, de 2021, ano que abriu o mandato da reeleição do prefeito Rafael Greca, em sua terceira gestão à frente da Prefeitura de Curitiba. Se houver a desaprovação pelo Legislativo, o gestor público pode ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa, tornando-se inelegível.

FONTE/CRÉDITOS: Câmara Municipal de Curitiba
Comentários:
Governo do Paraná
Governo do Paraná

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!