Portal de Notícias do Estado do Paraná

Sabado, 13 de Abril de 2024
Governo do Paraná
Governo do Paraná

Economia

CONTA DE LUZ MAIS CARA Tarifas da Copel têm reajuste médio de 10,5% a partir deste sábado (24)

Aumento afeta mais de 5 milhões de clientes da distribuidora em 394 municípios paranaenses

Clécio Silva
Por Clécio Silva
CONTA DE LUZ MAIS CARA Tarifas da Copel têm reajuste médio de 10,5% a partir deste sábado (24)
Ilustrativa
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

CONTA DE LUZ MAIS CARA - A conta de luz vai ficar mais cara no estado do Paraná a partir do próximo sábado (24). A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (20) um reajuste médio de 10,5% das tarifas da Companhia Paranaense de Energia a  Copel.

Válido pelos próximos 12 meses, o aumento afeta mais de 5 milhões de clientes da distribuidora em 394 municípios paranaenses.

Segundo informações do jornal O Globo, os consumidores industriais e de comércios de grande porte (alta tensão) terão as tarifas reajustadas em 8,31%. Já as contas de luz das unidades de consumo de baixa tensão, o que inclui residências e pequenos comércios, terão aumento de 11,73%, em média. No caso específico das residências, que somam a maioria dos consumidores da companhia paranaense, as tarifas da Copel serão elevadas em 10,96%.

Ainda conforme O Globo, o consumo de energia na área de concessão da Copel tem um faturamento anual de R$ 12,81 bilhões.

“O Paraná viveu a pior seca dos últimos 100 anos, o que gerou efeitos de médio prazo. Já a Conta Covid foi medida importante implantada pelo governo federal em 2020 com o objetivo de aliviar as tarifas para o consumidor em meio à pandemia e garantir equilíbrio às empresas de energia elétrica para superar os efeitos econômicos daquele período”, afirmou o superintendente Regulatório e Financeiro da Copel, Fernando Gruppelli Jr.

Desde 2019, por conta da pandemia, a Copel reduziu a tarifa de energia elétrica por dois anos. Em julho de 2020, os consumidores tiveram redução média nos preços praticados em 3,8%. Já em julho e agosto de 2022, foram mais duas reduções, que resultaram em desconto de 20,6% na tarifa de energia.

FONTE/CRÉDITOS: Portal Paraná Urgente
Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!