Portal de Notícias do Estado do Paraná

Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2024
Governo do Paraná
Governo do Paraná

Política

Novas obras garantem avanço da regionalização da Saúde nos primeiros 100 dias da gestão

São R$ 278 milhões para novas Unidades Básicas de Saúde, Ambulatórios Médicos de Especialidades, Unidades Mistas de Saúde e Pronto Atendimentos Municipais

Clécio Silva
Por Clécio Silva
Novas obras garantem avanço da regionalização da Saúde nos primeiros 100 dias da gestão
AEN
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

O Governo do Estado anunciou investimentos que somam R$ 278 milhões em obras da área da saúde, já nos primeiros 100 dias desta segunda gestão do governador Carlos Massa Ratinho Junior. São recursos para novas Unidades Básicas de Saúde (UBS), Ambulatórios Médicos de Especialidades (AME), Unidades Mistas de Saúde (UMS) e Pronto Atendimentos Municipais (PAM).

“O que vemos é uma verdadeira revolução na capacidade de atendimento do Estado, em obras que, além de atender demandas imediatas, também projetam a saúde para as próximas décadas. Não tenho dúvidas de que este é um trabalho que ficará marcado na história como um salto imenso em qualidade nos serviços para a população”, afirma o secretário Cesar Neves.

A expansão de equipamentos impulsiona a regionalização da saúde, considerada prioridade do governo estadual nesta área. “Realizamos um amplo projeto para levar o atendimento até a porta da casa das pessoas. A orientação do governador Ratinho Junior é que sejam ampliados os serviços de saúde e, com os investimentos, estamos cada vez mais perto da consolidação deste projeto”, afirma Neves. 

Publicidade

Ele destaca que a meta é garantir não somente que nenhum paranaense fique desassistido, mas também evitar que os pacientes façam grandes viagens em busca de atendimento. "São condições fundamentais para elevar o nível da saúde pública no Estado”, disse o secretário.

Dentro deste pacote de novas obras há 34 construções, com destaque a 14 pronto atendimentos municipais em Almirante Tamandaré, Alto Paraná, Cruzeiro do Oeste, Fazenda Rio Grande, Londrina, Mandaguaçu, Pato Branco, Piraquara, Porto Rico, Rio Bonito do Iguaçu, São Mateus do Sul e Rolândia. O valor estimado é de R$ 50,5 milhões, o que representa custo de R$ 3,5 milhões por unidade.

O Estado já iniciou a construção de seis novas Unidades Mistas de Saúde, obras inéditas no Paraná e que combinam serviços de Atenção Primária e Pronto Atendimento de Baixa Complexidade, funcionando com assistência médica 24 horas. Com um investimento total de R$ 18 milhões, as unidades estão sendo implantadas nos municípios de Boa Esperança, Fernandes Pinheiro, Mariluz, Maria Helena, São Jorge do Oeste e Telêmaco Borba.

Além disso, nos primeiros 100 dias, a Secretaria da Saúde abriu quatro processos licitatórios para construção de Unidades Básicas de Saúde – três delas para Ponta Grossa e outra para Cascavel. O valor investido nestas obras é de R$ 9,6 milhões.

Nestes primeiros 100 dias de gestão, o Governo também confirmou e organizou os recursos que somam R$ 203 milhões para 11 Ambulatórios Médicos de Especialidades (AME), nos municípios de Cornélio Procópio, Campo Mourão, Jacarezinho, Paranavaí, Irati, Cianorte, Ivaiporã, União da Vitória e São José dos Pinhais, além da unidade universitária de Ponta Grossa e a do Litoral, em Paranaguá.

Com capacidade de atendimento que chega até 20 mil consultas por mês, os ambulatórios darão cobertura à população de cerca de 150 municípios.

 Neste ano, o Governo do Estado também inaugurou a primeira sede regional do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU), localizada em Londrina, num investimento de R$ 4,5 milhões.

“Nossa meta é elevar o acesso do paciente, com melhor estrutura possível para o trabalho do profissional desta área. Nesse sentido, a Sesa tem trabalhado em construções, reforma e ampliações em todas as regiões do Paraná, para garantir que nenhum cidadão fique desassistido”, avaliou o diretor do Setor de Obras da Sesa, Adilson Silva Lino. 

HISTÓRICO - Nos últimos quatro anos, a Secretaria da Saúde investiu R$ 493,37 milhões em mais de 800 obras nas 22 Regionais de Saúde, alcançando 297 municípios – 74% dos 399 do Paraná. Foram 723 obras em Unidades Básicas de Saúde e 63 hospitais, além de 13 Prontos Atendimentos Municipais, 11 convênios com clínicas, universidades e bases do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), dez Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes), seis obras próprias e três Unidades Mistas de Saúde (UMS).

FONTE/CRÉDITOS: AEN
Comentários:
Governo do Paraná
Governo do Paraná

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!