Portal de Notícias do Estado do Paraná

Quarta-feira, 28 de Fevereiro de 2024
Governo do Paraná
Governo do Paraná

Policial

Polícia Civil confirma que adulteração irregular em BMW provocou tragédia no Réveillon

Caso onde 4 jovens foram encontrados mortos na rodoviária de Balneário Camboriú

Clécio Silva
Por Clécio Silva
Polícia Civil confirma que adulteração irregular em BMW provocou tragédia no Réveillon
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A Polícia Científica divulgou um laudo que esclarece a morte de quatro jovens encontrados em uma BMW na rodoviária de Balneário Camboriú no primeiro dia do ano, um caso que gerou grande consternação em todo o Brasil. A análise concluiu que a causa da morte foi intoxicação por monóxido de carbono, resultante de modificações irregulares no sistema de escapamento do veículo.

As vítimas, identificadas como Gustavo Elias, 24 anos, Tiago Ribeiro, 21, Karla Aparecida dos Santos, 19, e Nícolas Kowaleski, 16, foram encontradas sem vida após o grupo de amigos ter sofrido mal-estar. A perita criminal bioquímica Bruna de Souza Boff relatou que a saturação de monóxido de carbono nas vítimas estava acima de 50%, uma concentração letal. A alteração do escapamento da BMW, incluindo a remoção de abafadores e a troca do catalisador, contribuiu para a criação de uma "atmosfera tóxica" dentro do carro, segundo o perito criminal Luiz Gabriel Alves de Deus.

Durante uma coletiva de imprensa na Secretaria de Estado de Segurança Pública, em Florianópolis, representantes das autoridades envolvidas, incluindo o secretário-adjunto Freibergue Rubem do Nascimento e o delegado-geral de Polícia Civil em SC, Ulisses Gabriel, confirmaram as causas das mortes. Andressa Boer Fronza, perita-geral da Polícia Científica do Estado, e membros do Samu, da Divisão de Investigação Criminal de Balneário Camboriú e do Instituto Médico Legal também estiveram presentes.

Publicidade

Os jovens morreram na manhã de segunda-feira (1º) em circunstâncias trágicas. O Samu encontrou as vítimas em parada cardiorrespiratória dentro do carro estacionado na rodoviária, onde tinham ido buscar Geovana, namorada de Gustavo. Após tentativas de reanimação por 40 minutos, os jovens foram declarados mortos. Geovana relatou que os amigos se queixavam de enjoo e tontura e decidiram ficar no carro com o ar-condicionado ligado enquanto aguardavam a melhora. Ela esperou fora do veículo, e ao retornar, encontrou a situação dramática.

A Polícia Civil conduziu investigações, incluindo análises de câmeras de segurança e coleta de exames, que apontaram um vazamento de monóxido de carbono entre o motor e o painel do carro como a causa provável das mortes. Familiares mencionaram que o carro havia passado por customizações recentes no escapamento. 

Não foram encontrados sinais de violência nos corpos ou vestígios de álcool e drogas no veículo.

FONTE/CRÉDITOS: Redação Paraná Urgente
Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!