Portal de Notícias do Estado do Paraná

Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2024
Governo do Paraná
Governo do Paraná

Economia

Procon suspende financeira com mais de 300 reclamações em Maringá

REINCIDENTE - Essa não é a primeira vez que o órgão de defesa do consumidor atua em casos sobre a empresa Em julho do ano passado foi aplicada uma multa de R$ 121 mil

Portal Paraná Urgente
Por Portal Paraná Urgente
Procon suspende financeira com mais de 300 reclamações em Maringá
Andye Iore / Procon 
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

O Procon, da Prefeitura de Maringá, suspendeu na manhã de hoje (7) as atividades de uma financeira, no centro da cidade. O motivo foi um grande volume de reclamações registradas por pessoas que fizeram renegociações de suas dívidas e não tiveram seus casos resolvidos. Em algumas situações, a dívida ainda aumentou. A empresa também teve os mesmos problemas em outras cidades do Paraná. 

No Procon maringaense há mais de 300 procedimentos registrados e em andamento. Somente entre maio de 2022 e junho de 2023 foram registrados 69 casos contra a empresa em Maringá.

REINCIDENTE - Essa não é a primeira vez que o órgão de defesa do consumidor atua em casos sobre a empresa Em julho do ano passado foi aplicada uma multa de R$ 121 mil. 

Publicidade

E, desde a autuação em julho de 2023, foram registrados 56 novos casos de vítimas alegando que a empresa não estaria cumprindo com os serviços contratados pelos clientes. 

Entre as irregularidades, conforme o Código de Defesa do Consumidor (CDC), estão fomentar a inadimplência, vantagem abusiva, falha na prestação de serviços, entre outros. Há ainda casos de não fornecimento de nota fiscal dos serviços prestados, recibos fornecidos para clientes de Maringá com dados da empresa de outras comarcas, entre outras situações. 

PENA - A suspensão foi comunicada aos responsáveis da empresa sob pena de multa diária de R$ 12 mil ao dia em caso de descumprimento. A interdição é para a empresa ficar fechada, sem atendimento, e foi feita seguida de documentação solicitando informações e respostas para 17 itens especificados na investigação, notificação e autuação pelo Procon. A empresa tem 30 dias para responder. O Procon avaliará as respostas para definir o caso.

REGISTRO - O Procon orienta que os consumidores que tiverem problema com a financeira ou outras empresas, entre em contato pelo telefone 151 ou registrem reclamação na sede, na avenida Horácio Racanello Filho 5645, esquina com a av. Herval, ao lado do Terminal Urbano. O reclamante deve levar os documentos pessoais, um comprovante de endereço e prints ou documentos que confirmem a negociação.

FONTE/CRÉDITOS: Andye Iore / Procon 
Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!