Portal de Notícias do Estado do Paraná

Sabado, 13 de Abril de 2024
Governo do Paraná
Governo do Paraná

Policial

Caso Jeff Machado: Polícia prende Bruno de Souza, produtor acusado de matar ator

Jeff Machado, de 44 anos, foi morto no início do ano e teve o corpo concretado em uma casa na zona oeste do Rio

Portal Paraná Urgente
Por Portal Paraná Urgente
Caso Jeff Machado: Polícia prende Bruno de Souza, produtor acusado de matar ator
Reprodução Instagram
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

O produtor Bruno de Souza Rodrigues, acusado de participação na morte do ator Jeff Machado, foi preso na manhã desta quinta-feira, 15, no Vidigal, favela da zona sul do Rio. Ele era considerado foragido pela Justiça.

A prisão foi realizada por policiais militares da UPP do Vidigal. Segundo a PM, eles encontraram Bruno em um hostel na Rua Dr. Olinto de Magalhães após informações recebidas pelo setor de Inteligência. O Disque-Denúncia oferecia uma recompensa de R$ 1 mil para quem desse informações que levassem ao paradeiro de Bruno Rodrigues.

Durante o período em que esteve foragido, o acusado se escondeu por diferentes locais no Rio. No fim do mês passado, câmeras de segurança flagraram o produtor saindo de um prédio em Campo Grande, na zona oeste do Rio, segurando uma bolsa com um cachorro da raça yorkshire. Nos últimos dias, ele ficou escondido no Vidigal.

A ação que levou à captura de Bruno ocorreu em conjunto com equipes da Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil. O produtor estava sem barba - diferente de como costumava aparecer antes de ter mandado de prisão expedido - e não reagiu à abordagem dos policiais. Ele foi encaminhado à Cidade da Polícia, na zona norte do Rio.

Há dez dias, quando já estava foragido, Bruno concedeu entrevista à TV Record em que negava ter assassinado o ator. Além dele, o outro suspeito do crime, Jeander Vinicius da Silva Braga, já estava preso.

Bruno de Souza Rodrigues e Jeander Braga foram indiciados pela Polícia Civil do Rio por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver. De acordo com o pedido de prisão assinado pelo promotor de Justiça Sauvei Lai, o crime contra Jeff Machado foi premeditado por Rodrigues, com auxílio de Braga.

FONTE/CRÉDITOS: Redação -
Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!