Portal de Notícias do Estado do Paraná

MENU
Logo
Segunda, 12 de abril de 2021
Publicidade
Publicidade

Saúde

Cientista alerta para risco de variante brasileira gerar nova pandemia

O mundo não está entendendo ainda o quão grave é a variante P.1, identificada primeiro em Manaus

299
Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Os casos de covid-19 fora de controle no Brasil preocupam autoridades mundiais. A ameaça é tão grave que cientistas temem que a variante brasileira, P.1, em circulação no país possa provocar uma nova pandemia no planeta. O alerta foi feito pelo epidemiologista norte-americando Eric Field-Ding, em entrevista ao jornalista Leandro Resende, da CNN Brasil.

“A crise brasileira é um risco para a estabilidade global. O mundo não está entendendo ainda o quão grave é a variante P.1, identificada primeiro em Manaus, e que já está em vários outros lugares do planeta. É mais transmissível que a variante britânica, de acordo com as pesquisas”, disse o cientista.

Ele avalia que, pelas dimensões do Brasil e pelo fato de ainda não termos alcançado um pico de mortes, o surto atual vivido no país é o mais grave registrado até agora no mundo.

Eric Field-Ding ressalta que o país precisa de ajuda internacional para controlar a doença e que os EUA estão estudado formas de auxiliar. Segundo ele, o envio de envio de doses de vacinas, como a de Oxford, é uma das possibilidades, mas ressalta que isso demanda uma negociação que envolve a política externa dos dois países.

“Seria um acordo como o empréstimo de doses que foi feito há uma semana para México e Canadá. Mas lá na frente poderia ser perdoado o empréstimo e virar uma doação de fato, mas precisa de política”, disse à CNN.

Eric Field-Ding foi professor da Universidade de Harvard por 16 anos e hoje é membro da Federação de Cientistas Americanos (FAS, em inglês), que se dedica a pesquisar soluções para evitar catástrofes internacionais. Ele foi um dos primeiros cientistas a alertar sobre a gravidade do novo coronavírus no início da pandemia, em 2020.

Fonte/Créditos: MSN

Comentários:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade