Portal de Notícias do Estado do Paraná

Sexta, 19 de agosto de 2022
MENU

Educação

Com 52 anos, Universidade Estadual de Maringá já formou mais de 77 mil profissionais

UEM oferta 70 cursos de graduação, em todas as áreas do conhecimento

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Posicionada entre as melhores do Brasil e da América Latina, a UEM oferta 70 cursos de graduação, em todas as áreas do conhecimento. Ao longo dos anos formou 77.673 profissionais, além de especialistas, mestres em 56 cursos e doutores em 29 cursos. Atualmente são em torno de 20 mil estudantes.

A Universidade Estadual de Maringá (UEM) completa neste sábado,0 6 de novembro, 52 anos de atividades. Posicionada como uma das melhores instituições de ensino superior da América Latina e sexta melhor estadual do Brasil, a UEM é uma referência em formação de pessoas, produção de conhecimentos e prestação de serviços, notadamente promotora do desenvolvimento paranaense, tanto no âmbito socioeconomico quanto nas áreas da saúde, agronegócio, cultura, ciência, tecnologia, inovação.

Universidade pública, gratuita, de qualidade e inclusiva, a UEM tem forte tradição em Ensino, Pesquisa e Extensão, além de manter parcerias público-privadas e convênios com universidades estrangeiras em todos os continentes. É prestadora dos mais variados serviços à população, bem como tem sua comunidade científica, competente e reconhecida nacional e internacionalmente, envolvida com pesquisas e inovação.

Com cerca de 70 cursos de graduação presenciais e a distância, em todas as áreas do conhecimento, a UEM já formou humana e intelectualmente 77.673 profissionais para o Brasil e para o mundo. Além disso, a instituição forma especialistas, mestres em 56 cursos e doutores em 29 cursos.

Atualmente são em torno de 20 mil estudantes em graduação e pós-graduação, segundo a Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento Institucional (PLD), mais aproximadamente 1,2 mil matriculados no Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) integrado à UEM e no Colégio de Aplicação Pedagógica (CAP), além de mais de 3,6 mil servidores públicos.

INSTALAÇÃO - Adriano José Valente, prefeito maringaense de 1969 a 1972, desapropriou um terreno com quase 80 alqueires para instalar o Câmpus Universitário na Zona 7 de Maringá, onde ainda hoje fica o câmpus sede. Uma comissão fez estudos de viabilidade econômica de criação da UEM e o resultado foi apresentado ao então governador do Paraná, Paulo Pimentel.

O contexto histórico era de grande efervescência, já que pouco mais de três meses após o homem pisar na Lua, a Lei Estadual 6.034/69 do Paraná foi promulgada em 6 de novembro de 1969, nomeando José Carlos Cal Garcia como primeiro reitor da UEM e Ayrton Pinheiro, vice. Junto à UEM, foram criadas as universidades estaduais de Londrina (UEL) e Ponta Grossa (UEPG).

Julio César Damasceno, reitor da UEM, faz um retrospecto histórico e conta o que a UEM representa.

PRIMEIRA DIPLOMADA - Aos 82 anos de idade, a aposentada Alzira Miszga fica surpresa ao descobrir que é a primeira diplomada da UEM com registro feito pela própria universidade, datado de 12 de janeiro de 1977. Moradora de Curitiba, formou-se em Letras Franco-Portuguesas e chegou a trabalhar na UEM, na Diretoria de Assuntos Acadêmicos (DAA) e na Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PEC). “Os meus professores foram maravilhosos e a UEM era avançada tecnologicamente, mesmo sendo de  uma cidade do Interior”, relembra.

INFRAESTRUTURA - Conforme a PLD, a UEM possui 5.303.405,46 metros quadrados de área física, que abriga instalações como blocos didáticos (salas de aula e laboratórios), blocos administrativos, bibliotecas, restaurante e refeitórios, Universidade Aberta à Terceira Idade (Unati), Hospital Veterinário Universitário, Complexo de Saúde, Complexo de Centrais de Apoio à Pesquisa (Comcap), Escola de Música, anfiteatros e auditórios, museus, Editora (Eduem), institutos de idiomas, estação climatológica, Complexo Esportivo, entre outros.

O Complexo de Saúde é formado pelo Hospital Universitário Regional de Maringá (HUM), o Hemocentro, a Clínica Odontológica, a Unidade de Psicologia Aplicada (UPA), o Laboratório de Ensino e Prática em Análises Clínicas (Lepac) e a Farmácia Ensino, que realizam de graça diversos atendimentos à população do norte paranaense.

CIDADES - A UEM tem sete câmpus no Paraná, em Cianorte, Cidade Gaúcha, Diamante do Norte, Goioerê, Ivaiporã, Maringá (sede) e Umuarama. Também há polos de apoio presencial do Núcleo de Educação a Distância (Nead) no Paraná, a Fazenda Experimental de Iguatemi (FEI) e a base avançada de pesquisas do Núcleo de Pesquisas em Limnologia, Ictiologia e Aquicultura (Nupélia) em Porto Rico.

VÁRIOS ANIVERSÁRIOS - Pode-se afirmar que a UEM tem várias datas de aniversário. O pontapé inicial foi em 28 de agosto de 1959, com o surgimento da Faculdade de Ciências Econômicas. Outros marcos são 21 de dezembro de 1965 (Faculdade de Direito), 24 de dezembro de 1966 (Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras), 5 de novembro de 1969 (Instituto de Ciências Exatas e Tecnológicas/Icet), 28 de janeiro de 1970 (fundação de direito público da UEM era criada pelo Decreto Estadual 18.109/70) e 11 de maio de 1976 (reconhecimento da universidade por meio do Decreto Federal 77.583/76; veja como foi este momento histórico.

Fonte/Créditos: Redação Paraná Urgente com informações AEN

Créditos (Imagem de capa): UEM

Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!