Portal de Notícias do Estado do Paraná

MENU
Logo
Domingo, 16 de maio de 2021
Publicidade
Publicidade

Entretenimento

Leda Nagle polemiza em live ao ler suposto plano do STF contra Jair Bolsonaro

Os tweets lidos foram feitos em conta atribuída ao atual Diretor Geral da Polícia Federal, Paulo Gustavo Maiurino mas a conta era falsa.

201
Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A jornalista Leda Nagle, conhecida por apresentar por mais de 20 anos o programa Sem Censura da TV Brasil, causou muita polêmia após ler, durante uma live em seu canal do YouTube, um tweet que denunciava um suposto plano para matar o presidente Jair Bolsonaro.

Os tweets foram feitos em conta atribuída ao atual Diretor Geral da Polícia Federal, Paulo Gustavo Maiurino mas, o que a jornalista não esperava é que a conta era falsa.

Leda Nagle usou como fonte de informaçõe o no Twitter o perfil @_delegado. O Jornal O Globo, em matéria veiculada dia 15 de Abril, informou que fora criado "um perfil do Twitter falso com o nome do novo diretor-geral da Polícia Federal, Paulo Maiurino. E, ainda segundo o jornal, a conta vinha sendo utilizada para golpes financeiros".

O jornal ainda trouxe informações de que "recentemente, outro perfil falso foi criado em nome de Paulo Maiurino. Desta vez, o perfil fake fez críticas ao governador do estado de São Paulo, João Dória, dizendo que o desafeito de Bolsonaro “é o verdadeiro genocida”.

A assessoria de imprensa da PF confirmou ao ‘O Globo’ que os perfis eram falsos e disse que a verdadeira conta de Maiurino no Twitter é @PMaiurino.

 

Saiba o que Leda Nagle leu:

No início da leitura Leda trouxe a seguinte postagem: “Hoje foi a quarta vez que derrubaram a minha conta! Recebi 16 ameaças de morte via e-mail, várias mensagens aqui no Twitter, entre outras coisas, isso porque não quero e não posso ser imparcial. Vocês querendo ou não, sou a favor de Jair Bolsonaro”.

Leda Nagle avançou para o próximo tweet: “Partiu daqui em conjunto com Lula e outros a ideia de matar Bolsonaro. Por enquanto, não posso dizer muito, mas, vocês saberão… Quem quiser pensar que é falsa a informação, fiquem à vontade, nos próximos dias saberão de muitas coisas”.

Fonte/Créditos: Costa Norte

Créditos (Imagem de capa): Reprodução Facbook

Comentários:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade