Portal de Notícias do Estado do Paraná

Segunda, 24 de janeiro de 2022
MENU

Cidades

Mais de 30 pessoas são atacadas por piranhas ao nadarem no Rio Paraná

Uma adolescente, de 13 anos, teve um dedo do pé arrancado.

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Cerca de 30 pessoas ficaram feridas depois de um ataque de piranhas no Rio Paraná, próximo a cidade de Santa Fé, na Argentina. Entre as vítimas, estavam 20 crianças que nadavam e brincavam no local. Uma adolescente, de 13 anos, chegou a ser levada às pressas para um hospital da região, após ter um dedo do pé arrancado. Outra menina, de sete, perdeu parte de um dos dedos e um menino ficou com uma fratura exposta na mão.

De acordo com as informações apuradas pelo jornal The Mirror, diversos banhistas tiveram ferimentos pelo corpo. Diante do acidente, as autoridades locais proibiram as pessoas de entrar novamente na água. Sergio Berardi, representante do sindicato dos salva-vidas da região, atribuiu os ataques das piranhas às altas temperaturas e ao baixo nível da água.

De acordo com Berardi, normalmente, quando ocorre um ataque de piranhas de forma isolada, os salva-vidas logo pedem que os demais banhistas se retirem da água, a fim de evitar novos casos. Entretanto, no domingo (21), como havia muitas pessoas, não foi possível evitar os ataques.

“Quando os salva-vidas veem uma das duas pessoas sendo mordidas, eles automaticamente mandam as pessoas saírem da água, mas muitas vezes essa ação não é suficiente ou eficiente devido à quantidade de pessoas na área. Na tarde de domingo, os salva-vidas de plantão tentaram lidar com todas as pessoas que sofreram ferimentos por mordidas ao mesmo tempo. Esses peixes tendem a se mover em cardumes, então tivemos muitos ataques simultâneos”, explicou o representante.

Não é a primeira vez que ocorre um ataque de piranhas em massa na região. No Natal de 2013, mais de 60 pessoas ficaram feridas pelo mesmo motivo. O ataque foi o mais grave da cidade desde 2008 quando, até então, 40 nadadores ficaram feridos. 

Fonte/Créditos: RicMais

Créditos (Imagem de capa): risteski goce / Shutterstock.com

Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!