Portal de Notícias do Estado do Paraná

MENU
Logo
Quinta, 29 de julho de 2021
Publicidade
Publicidade

Ciência & Tecnologia

Jeff Bezos, homem mais rico do mundo, vai ao espaço e agradece a clientes da Amazon

Ele foi acompanhado de 'vovó' pioneira na aviação e holandês de 18 anos que comprou a passagem.

145
Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo, decolou nesta terça-feira (20), às 10h12 (horário de Brasília) para sua primeira – e breve – viagem espacial. O pouso aconteceu às 10h22, como planejado.

O bilionário estava a bordo de uma nave construída por sua própria empresa, não a famosa Amazon, mas a Blue Origin, voltada ao setor aeroespacial. Após o voo, Bezos ainda agradeceu aos clientes da gigante do varejo.

"Agradeço a cada funcionário da Amazon, a cada cliente. Vocês pagaram por isto tudo aqui", disse em uma entrevista após a viagem.

O empresário de 57 anos esteve acompanhado de uma tripulação eclética, que não inclui astronautas profissionais: foi o primeiro voo civil sem piloto ao espaço. Nenhum funcionário ou astronauta da Blue Origin esteve na aeronave.

Fizeram parte da viagem, além de Bezos:

  • seu irmão, Mark Bezos;
  • a piloto Wally Funk, de 82 anos, que se tornou a pessoa mais velha a ir ao espaço;
  • e o holandês Oliver Daemen, de 18 anos, o mais jovem a ir ao espaço e a primeira pessoa que pagou por isso.

Em imagens divulgadas após o voo, eles se mostraram descontraídos, flutuando na nave: brincaram de atirar bolinhas e doces uns para os outros. 

O "passeio" de Bezos com a cápsula New Shepard aconteceu uma semana depois de outro bilionário realizar uma viagem parecida. Richard Branson, dono da Virgin Galactic, fez seu primeiro voo no último dia 11. Ambos pretendem explorar o mercado do turismo espacial.

A data definida, 20 de julho, é simbólica: 52 anos atrás, o homem chegava à Lua.

"Quando vi os paraquedas abrirem foi... relaxante", brincou Bezos, sobre o modo como a cápsula pousou.

Cerca de 1 hora depois do voo, em entrevista, Bezos afirmou: "Para mim, o momento de paz mais profunda foi olhar para a Terra, para a atmosfera. Todo astronauta, todos que foram ao espaço dizem isso, que se sentem pasmos e maravilhados de olhar para a Terra com toda sua beleza, mas também sua fragilidade. E eu assino embaixo"

Ele anunciou um prêmio de US$ 100 milhões chamado "Coragem e civilidade", "para incentivar líderes que miram alto e procura soluções com bravura", resumiu o bilionário. O ganhador deverá doar o valor para uma instituição de caridade de sua escolha. Os dois primeiros vencedores já foram escolhidos.

 

Como foi o voo

  • O voo durou cerca de 10 minutos entre a partida e o pouso.
  • A decolagem estava prevista para as 10h (horário de Brasília) em uma área remota e desértica no Texas, sem a presença de público, mas aconteceu às 10h12.
  • A decolagem e o pouso aconteceram em base remota no deserto do oeste do Texas, chamada Launch Site One, cerca de 40 km ao norte de Van Horn, a cidade mais próxima.
  • Assim como o voo de Branson, da Virgin, foi suborbital, ou seja, a cápsula não entrou em órbita no espaço por não ter velocidade suficiente para isso.
  • Os tripulantes ultrapassaram a Linha de Kármán, que fica a 100 km acima do nível do mar – limite convencionado para definir o início do espaço. Contudo, a Nasa, e o Exército dos EUA consideram que a barreira espacial é alcançada acima de 80 km.
  • A New Shepard é uma cápsula e foguete completamente autônoma com 18,3 metros de altura que não pode ser pilotada do lado de dentro. O voo automatizado será o 16º da empresa, mas o primeiro com humanos a bordo.
  • A nave tem esse nome em homenagem a Alan Shepard, que foi o 1º astronauta dos EUA a ir ao espaço, em 1961.

 

 

Fonte/Créditos: G1

Créditos (Imagem de capa): U.S. Blue Origin / Reuters

Comentários:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade