Portal de Notícias do Estado do Paraná

MENU
Logo
Quinta, 29 de julho de 2021
Publicidade
Publicidade

Cidades

Trem atinge carro em Curitiba com pai e filho; filho salta do carro e se salva mas o pai não resistiu

Acidente aconteceu por volta das 11h desta quarta-feira (23), no Cajuru.

221
Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Um homem de aproximadamente 50 anos morreu ao bater o carro que dirigia contra um trem em Curitiba. O acidente aconteceu por volta das 11h desta quarta-feira (23) na Rua Rua Rutildo Pulido, no Cajuru.

Segundo os bombeiros, após ser atingido, o carro foi arrastado por alguns metros até a Rua Amador Bueno, quando a locomotiva conseguiu parar.

O filho do motorista, que estava no banco ao lado, pulou do veículo em movimento. Ele não se machucou.

O motorista ficou preso às ferragens. Ele foi atendido pelos socorristas, mas não resistiu.

Em nota, a Rumo lamentou profundamente o acidente e disse que o maquinista acionou a buzina e todos os procedimentos de emergência, mas não foi possível parar o trem a tempo.

O trânsito foi interrompido até que o carro fosse retirado e o trem pudesse seguir viagem. 

 

O que disse a responsável pelo trem?

A Rumo disse que está preocupada em reduzir acidentes e que, por isso, tem discutido com as autoridades de trânsito ações que possam contribuir.

Segundo a empresa, é importante que a população respeite a legislação de trânsito e adote comportamentos seguros. Veja algumas dicas de segurança:

 

Motoristas:

  • Sempre pare o veículo antes de realizar a travessia e certifique-se de que não há trens se aproximando
  • Tenha atenção redobrada a sinalização visual (placas de trânsito) e sonora (buzina da locomotiva)
  • Conforme o CTB, atravessar uma passagem em nível sem antes parar é infração gravíssima.

 

Pedestres:

  • Sempre mantenha distância segura dos trens, parados ou em movimento.
  • Nunca caminhe sobre os trilhos é uma prática imprudente e com risco de morte. Somente pessoas autorizadas podem circular em áreas operacionais da ferrovia.
  • Nunca pegue carona nos trens e não pratique surfe ferroviário. São atividades ilegais que colocam a vida em risco.

Fonte/Créditos: G1 PR

Créditos (Imagem de capa): Maurício Freire/RPC Curitiba

Comentários:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade