Portal de Notícias do Estado do Paraná

Sabado, 20 de Julho de 2024
Governo do Paraná
Governo do Paraná

Cidades

Rio Grande do Sul alerta para "maior desastre da história" do estado

Segundo balanço da Defesa Civil estadual, os temporais já causaram dez óbitos e deixaram ao menos 11 pessoas feridas

Portal Paraná Urgente
Por Portal Paraná Urgente
Rio Grande do Sul alerta para
Repródução
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
Imagens

Ao menos 21 pessoas estão desaparecidas. Cerca de 19,1 mil pessoas foram afetadas em todo o estado.

governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, afirmou nesta quarta-feira (1º) que a destruição das chuvas que atingem o estado já prenunciam o "maior desastre da história" gaúcha em termos de prejuízo material. Segundo Leite, a situação é "pior" do que a registrada no ano passado, quando as inundações causaram mais de 50 mortes e grandes danos materiais. 

Segundo balanço da Defesa Civil estadual, os temporais já causaram dez óbitos e deixaram ao menos 11 pessoas feridas. Ao menos 21 pessoas estão desaparecidas. Cerca de 19,1 mil pessoas foram afetadas em todo o estado. Destas, 3.416 tiveram que deixar suas casas e buscar abrigo na casa de parentes, amigos ou em hospedagens. Outras 1.072 que não tinham para onde ir estão alojadas em abrigos públicos. Até o momento, 114 prefeituras já reportaram ao governo estadual que foram de alguma forma afetadas por alagamentos, transbordamento de rios, deslizamentos ou outras consequências da situação.

Leia Também:

“Estamos vivendo um momento muito crítico no estado”, disse Leite antes de empregar termos como “guerra” e “caos” para classificar a situação. De acordo com o governador, deslizamentos de terras estão ocorrendo em boa parte do estado e barragens estão sendo monitoradas, embora, até o momento, não haja nenhuma evidência de risco de rompimento destas estruturas.

“Estamos tendo muita dificuldade de atuação nos resgates. Por isso, precisamos que a população se coloque o máximo possível em condições de segurança. As pessoas às vezes acham que a água não vai chegar nas suas casas, mas estamos alertando que [principalmente] onde ela já chegou no passado, deve voltar a chegar desta vez”, enfatizou o governador ao pedir que as pessoas deixem as áreas de risco e estejam atentas à possibilidade de deslizamentos e de transbordamento de rios.

Calamidade Pública

O Rio Grande do Sul decretou estado de calamidade pública nesta quarta-feira (1º) devido aos "eventos climáticos de chuvas intensas". A decisão foi publicada em edição extra do Diário Oficial do Estado.

O decreto ressalta que o Rio Grande do Sul está enfrentando chuvas intensas, alagamentos, granizo, inundações, enxurradas e vendavais de grande intensidade, classificados como desastres de Nível III - caracterizados por danos e prejuízos elevados.

Com a entrada em vigor do decreto, órgãos e entidades da administração pública estadual prestarão apoio à população nas áreas afetadas. O texto acrescenta que solicitações semelhantes poderão ser encaminhadas por municípios, sujeitas a avaliação e homologação pelo Estado.

O decreto terá validade por 180 dias, segundo o governo do Rio Grande do Sul.

 
FONTE/CRÉDITOS: Redação - Notícias ao Minuto - Rio Grande do Sul
Comentários:
Portal Paraná Urgente

Publicado por:

Portal Paraná Urgente

Paraná Urgente é um portal de notícias e informações do estado do Paraná, do Brasil e do Mundo. O site informa sobre as principais e últimas notícias e sobre o estado.

Saiba Mais

Nossas notícias no celular

Receba as notícias do Paraná Urgente no seu app favorito de mensagens.

Telegram
Whatsapp
Entrar

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!