Portal de Notícias do Estado do Paraná

MENU
Logo
Segunda, 12 de abril de 2021
Publicidade
Publicidade

Política

Paraná prorroga medidas menos restritivas até 15 de abril e libera comércio não essencial aos sábados

Toque de recolher entre 20h e 5h também foi prorrogado.

133
Publicidade
Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), prorrogou as medidas menos restritivas contra a Covid-19 até as 5h de 15 de abril. O decreto foi publicado nesta quarta-feira (31).

Também foi prorrogado o toque de recolher entre 20h e 5h, em todo o estado. No mesmo horário, permanece proibido a venda e o consumo de bebidas alcoólicas em espaços de uso público.

De acordo com o decreto, atividades comerciais de rua não essenciais, galerias e centros comerciais e de prestação de serviços não essenciais - em municípios com mais de 50 mil habitantes - poderão funcionar das 10h às 17h, de segunda a sexta-feira, com limitação de 50% de ocupação.

Aos sábados, essas atividades funcionarão exclusivamente nas modalidades delivery e drive-thru, das 10h às 17h.

Os shopping centers poderão abrir ao público das 11h às 20h, de segunda a sexta-feira, com limitação de 50% de ocupação, e no sábado apenas nas modalidades delivery e drive-thru, no mesmo horário.

As regras não se aplicam a Curitiba, que está em bandeira vermelha, e para 11 cidades da Região Metropolitana, que formam o chamado "primeiro anel" no entorno da capital, onde continuam em vigor até 5 de abril outras determinações.

Aos domingos, funcionam somente os serviços essenciais.

Devido à Páscoa, os estabelecimentos que comercializam produtos alimentícios à base de cacau, como chocolates, também serão considerados serviços e atividades essenciais neste período e poderão funcionar.

Bares, restaurantes e lanchonetes podem abrir para o público de segunda a sexta-feira das 10h às 20h, com ocupação máxima de 50%. No entanto, segundo o documento, na modalidade de delivery, podem funcionar sem restrição de dia e horário.

As academias podem atender das 6h às 20h, de segunda a sexta, com limite de 30% de ocupação.

Os templos, igrejas e outros espaços devem realizar as atividades de forma preferencialmente virtual. Em casos de atividades presenciais, deve-se respeitar o limite de 15% da ocupação.

Conforme o governo, as aulas presenciais da rede estadual continuam suspensas. O cronograma do retorno será definido pela Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (Seed).

O decreto desta quarta-feira mantém suspensas as atividades que causem aglomerações, como:

  • casas de shows, circos, teatros, cinemas e museus;
  • casas de festas, de eventos, incluídas aquelas com serviços de buffet;
  • mostras comerciais, feiras, eventos técnicos, congressos e convenções;
  • bares, casas noturnas e correlatos;


além de reuniões com aglomeração de pessoas, encontros familiares e corporativos.

No final de fevereiro, quando o número de internações por Covid-19 tiveram um salto, o governo estadual chegou a proibir, por 11 dias, o funcionamento de atividades não essenciais com o objetivo de restringir a circulação de pessoas.

Nas semanas seguintes, apesar da piora nos índices de ocupação de UTI, na fila de espera por leitos hospitalares e casos diários, o governo estadual publicou decretos com medidas menos restritivas.

Fonte/Créditos: G1 PR

Créditos (Imagem de capa): José Fernando Ogura/AEN

Comentários:

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade