Portal de Notícias do Estado do Paraná

Terça, 17 de maio de 2022
MENU

Saúde

Paraná recebe seminário do Previne Brasil e debate ajustes na Atenção Primária à Saúde

O objetivo é promover um debate institucional construtivo entre as três esferas para qualificar os processos de trabalho da APS.

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O Ministério da Saúde, com o apoio da Secretaria de Saúde do Paraná (Sesa) e o Conselho de Secretarias Municipais do Paraná (COSEMS/PR), realiza ao longo desta quinta (5) e sexta-feira (6) o Seminário de Qualificação do Desempenho na Atenção Primária à Saúde (APS). 

O evento reúne cerca de 300 gestores e técnicos estaduais, federais e municipais das macrorregiões Leste e Oeste do Estado, em Curitiba. O objetivo é promover um debate institucional construtivo entre as três esferas para qualificar os processos de trabalho da APS a partir da melhoria dos indicadores de desempenho do programa Previne Brasil.

Esse é o novo modelo de financiamento da APS. O Previne Brasil altera algumas formas de repasse para os municípios. Agora, o financiamento passa a ser distribuído com base em três critérios: captação ponderada, pagamento por desempenho e incentivo para ações estratégicas.

O secretário de Estado da Saúde, César Neves, destacou a importância da ação para esclarecer os critérios de financiamento e aplicar as novas diretrizes de forma unificada em todos os municípios. 

“Estamos falando de financiamento federal desde de 2019. É necessário que os profissionais de saúde estejam em constante atualização, pois o programa requer contrapartida dos Estados e dos municípios para alimentar corretamente os indicadores, com metas a serem alcançadas. Elas definirão um menor ou maior repasse financeiro”, disse. 

O secretário de Atenção Primária à Saúde do Ministério da Saúde, Raphael Câmara, explicou que o seminário é uma forma de capacitar e melhorar os indicadores da APS de todo o Brasil. “Já estivemos anteriormente nas 27 unidades da Federação com a lógica de explicar o programa como um todo. Agora estamos focando, explicando e orientando como é cada um dos indicadores para que os municípios possam obter mais recursos”, afirmou.

A diretora de Atenção e Vigilância em Saúde da Sesa, Maria Goretti David Lopes, enfatizou o papel da Atenção Primária, destacando as ações e o apoio do Estado. “O Governo do Paraná vem perseguindo metas para que possamos qualificar e melhorar o desempenho dos 399 municípios. Temos trabalhado incansavelmente para dar o respaldo necessário, principalmente alimentando os sistemas para que possamos ter o financiamento mais adequado a todas as ações realizadas e também aos novos projetos”, explicou.

De acordo com a secretária de Saúde de Curitiba, Beatriz Battistella, é na Atenção Primária que a saúde pública faz a diferença. "Ela impacta nos indicadores de qualidade de vida e de saúde de uma população. Quando se investe em qualificação, os resultados serão certos, é uma questão de tempo, de organização e de investimento de forma correta”, completou.

 

FUNSAÚDE 

Ainda na tarde desta quinta-feira, o diretor-executivo do Fundo Nacional de Saúde, Dárcio Guedes, esteve na Sesa, em reunião com o secretário César Neves, o diretor-executivo do Fundo Estadual de Saúde, Adriano Márcio Rissati, e a equipe técnica.

“Foi uma visita de cortesia, viemos entender um pouco as questões do Estado acerca do financiamento da saúde pública. Viemos aproximar o contato com a equipe do Fundo Estadual e entender quais são as dificuldades que estão tendo do ponto de vista da aplicação do recurso federal e construir um modelo de financiamento cada vez mais qualificado para o SUS”, comentou o diretor-executivo.

 

CONTINUIDADE 

Nos dias 23 e 24 de junho o seminário acontece em Londrina para as macrorregionais Norte e Noroeste.

 

Fonte/Créditos: AEN

Créditos (Imagem de capa): Andressa Oliveira/SESA

Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!